top of page
Buscar

Exposição registra a presença negra nas diferentes manifestações do tradicionalismo

A exposição Afrogauchismo em cartaz, do artista visual rio-grandino Thiago Madruga, chama a atenção para a participação e construção da população negra nos os espaços e na história gaúcha, inclusive no movimento tradicionalista.

A mostra da Fundação Ecarta reúne obras que retratam cantores como Loma e Cesar Passarinho e personagens nem tão conhecidos como Nilton Vaqueiro, integrante do destacado núcleo campeiro quilombola de Santana do Livramento, na região do Ibicuí da Armada; e Alemão Preto, cantor e trovador do movimento tradicionalista. Eles reafirmam a valorização e contribuições de suas histórias ao movimento negro na construção cultural gaúcha.

“A proposta de Afrogauchismo em cartaz é dar visibilidade à pluralidade do nosso povo, frequentemente ocultada pela narrativa vigente”, resume o texto que apresenta a exposição.

Confira a matéria completa no Jornal Extra Classe.















Fotos: Fundação Ecarta/ Divulgação

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ความคิดเห็น


bottom of page